A. F. Vandevorst

Posted in Imagens e Letras with tags , , , on março 6, 2012 by olavosaldanha

Outros bons artigos

.

.

.

Na Bienal de Arnhem 2011, uma cidade do leste holandês, uma obra chamou a atenção do público e da crítica; a criação de A.F.Vandevorst feita especialmente para esta amostra, uma mulher em forma de vela. O molde foi produzido pelo taxidermista Richard Phillips.

A cera de tamanho completo de uma menina dormindo é entrecortada por uma série de velas, que queimam lentamente através de sua cabeça, tronco e pernas e no final mostra um aspecto aterrador.

O evento, que aconteceu ao mesmo tempo que a Bienal de Veneza, durante o mês de junho, se dividiu entre os temas Atmosferas, Elementos e Visões, explorando diferentes linguagens e processos de produção de moda.

.

.

Imagens e Vídeo Aqui

(11 Imagens)

.

Referências de pesquisa: Site oficial da bienal (arnhemmodebiennale.com/en/2011/) e do artista A. F. Vandevorst..

.

assine o feed twiter

.

Anúncios

Minuscule – A Série

Posted in Imagens e Letras with tags , , , on maio 15, 2011 by olavosaldanha

.

.

Imagine uma mistura entre um documentário da National Geographic e um desenho animado. Uma combinação de personagens em 3D e imagens ao vivo, sem qualquer comentário ou diálogo. Com base nesse ponto de partida esta série mostra uma visão aérea da existência dos insetos no dia-a-dia, Os personagens são abelhas, formigas, joaninhas, borboletas, aranhas e outros pequenos animais. Através de uma lente distorcida, burlesca ainda poética.

São dezenas de filmes curtos e muitos fáceis de digerir. Com um humor leve e um desenrolar agradável, a série Minuscule foi vendida para mais de 60 países até agora. Na França, mais de 200.000 DVDs foram vendidos. Minuscule foi premiadíssima por onde passou. Selecionei alguns vídeos para nossa degustação.

A segunda temporada está atualmente em desenvolvimento. Agora a produção da Futurikon, que é dirigida por Thomas Szabo, conquistou adesão de peso, está em associação com a France 2, Disney Channel e Guff Mac Ligne.

.

.
Vídeos Aqui
(07 Vídeos)

.

.

Referências de pesquisa: Site oficial do Minuscule (minuscule.tv). France 2, Disney Channel e Guff Mac Ligne.

.

Outras propostas

.

assine o feed twiter

Playing For Change

Posted in Imagens e Letras with tags , , , , , on abril 6, 2011 by olavosaldanha

.

.

Uma década atrás, um pequeno grupo de documentaristas partiu com um sonho para criar um filme enraizado na música das ruas. Não só tem esse sonho foi realizado, ele desabrochou como uma visão global chamada Playing For Change.

Um projeto que inclui músicos de todos os níveis que tocou as vidas de milhões de pessoas ao redor do mundo.

Enquanto viaja pelo mundo filmando e gravando os músicos, o grupo tornou-se intimamente envolvido com a música e as pessoas de cada comunidade que visitaram. Embora muitas dessas comunidades tivessem recursos limitados e um padrão de vida modesto, as pessoas nelas estavam cheias de calor, generosidade e, acima de tudo, estavam ligados uns aos outros por uma linha comum: a música.

Nasceu então o Playing For Change Foundation, com a missão de assegurar que qualquer pessoa com o desejo de receber uma educação musical terá a oportunidade de fazê-lo.

A Playing For Change Foundation dedica-se à idéia fundamental de que a paz e as ligações entre os seres são possíveis através da linguagem universal da música.

.

Vídeos Aqui
(3 Vídeos)

.


.

Referências de pesquisa: Site oficial do Playing For Change.

.

Outras propostas

.

assine o feed twiter

Danny Yount

Posted in Imagens e Letras with tags , , , , , on março 18, 2011 by olavosaldanha

.

.

Alguns filmes nos prendem já nos créditos iniciais. No design das sequências que os antecedem há um nome que impera inconteste; Danny Yount. O incrível é que Yount é um designer autodidata, aprendeu tudo que sabe da maneira mais difícil, sua principal ferramenta de trabalho foi a curiosidade.

Danny Yount se decidiu pelas sequencias quando viu o trabalho de Kile Cooper, um designer também aclamado pelos títulos de imagens de movimento. Só que Cooper estudou bastante, inclusive estudou design gráfico em Paul Rand na Universidade de Yale.

A genialidade editorial de Yount nos surpreende a cada lançamento. Separei três incríveis trabalhos de design do artista para que o leitor possa conferir. O filme Sherlock Holmes, o filme Homem de ferro e colônia, um trabalho para a Discovery Channel.

.

.
Videos Aqui
( 03 Vídeos)

 


.

Outras propostas

.

assine o feed twiter

Mikhail Baryshnikov

Posted in Imagens e Letras with tags , , , , , , on outubro 27, 2010 by olavosaldanha

.

.

Há muitos anos atrás fui ver um filme com a namorada, não havia outro pensamento senão namorar no cinema. No entanto, ao começar o filme, fui surpreendido, não com uma seqüência de ação a lá James Bond ou Indiana Jones, mas com seqüências extraordinárias de dança, protagonizadas por Mikhail Baryshnikov.

Foi uma sensação diferente, por que não demos mais atenção um ao outro, entretanto, foi uma reação mútua, e algumas horas mais tarde é que percebemos e falamos disso. Com o tempo a namorada se foi, mas não levou com ela o encanto daquele dia, e a fascinação por uma arte que eu não estava acostumado a dar atenção. Sei que milhares de pessoas passaram a apreciar a dança a partir daquela mágica de Baryshnikov. O leitor verá que havia razão para a perplexidade do casal de namorados.

Até hoje cuido em rever esta primorosa película. É como estar diante de uma obra de um dos grandes mestres da pintura. Trata-se de O sol da meia noite (1985).

O primeiro vídeo é forte, é estonteante, não há como não ficar estático, querendo solver com os olhos cada movimento. É uma montagem do ballet de Roland Petit Le Jeune Homme et la Mort. Conta a história de um homem jovem levado ao suicídio por sua amante infiel.

.

.

O segundo é ao som de  Vladimir Vysotsky, com a música Priveredlivye Koni, um cantor ídolo na Rússia, falecido em 1980, com 42 anos.

.

No terceiro, Baryshnikov contracena com Gregory Hines. Não é fácil dançar ao lado de Mikhail, mas aqui o também grande Hines se funde perfeitamente. Parecem pássaros voando.

.

.

Mikhail Baryshnikov é o Considerado o maior bailarino vivo do mundo. Esta lenda viva esteve em outubro em turnê pelo Brasil.

.

Outras propostas

.

assine o feed twiter

.

Anne Geddes Making of

Posted in Imagens e Letras with tags , , , , , , , , on abril 1, 2009 by olavosaldanha

.

anne geddes é uma australiana de Queensland que criou à partir da fotografia, que é sua especialidade, um dos produtos mais desejados e amados do mundo. Sua caminhada começou aos vinte anos quando, autodidata, começou a desenvolver a sua assinatura em um negócio de imediato impacto visual. Os livros da Anne, por exemplo, vendaram mais de 18 milhões de cópias em todo o mundo e foram traduzidos em 24 línguas. O seu site atrai anualmente 3,1 milhões de visitas de mais de 220 países.
.

Crianças
.
Sua peculiar visão comercial levou-a a expandir os negócios e hoje a fotografia tornou-se um entre vários dos itens cobiçados da linha de produtos da artista. As criações da Anne Geddes são administradas pela Kel Geddes Management Limited, empresa tocada pelo seu marido.

Entre as novas criações estão os ovos com pequenos bonecos que fazem alusão às fotografias de crianças que publicamos há algum tempo aqui. Abaixo o making of do trabalho da Anne, inclusive o estúdio dos ensaios fotográficos que Celine Dion fez para o seu cd Miracle, que o Imagens e Letras também já publicou. É tudo muito visual, é pungente!

.

.

.

.

Outras propostas:
Anne Geddes e Celine Dion
Anne Geddes e os bebês
Camille Allen

assine o feed twiter

A cena do chuveiro

Posted in Imagens e Letras with tags , , , , , , , on março 30, 2009 by olavosaldanha

cinema

.

toda uma geração começou a sentir calafrios nos momentos que antecediam a hora do banho. Em 1960 uma bela ruiva era covardemente apunhalada debaixo do chuveiro. Os momentos de tensão e terror fizeram com que numerosas pessoas durante anos sentissem uma sensação estranha ao tomar uma ducha.

Estou falando de Janet Leigh como a vítima da película de assassinatos mais famosa de Hollywood. 45 segundos foram o bastante para que ela, no papel de Marion Crane, recebesse um Globo de Ouro e uma nomeação para o Oscar de Melhor atriz coadjuvante. Uma interpretação que gravou a imagem da atriz na memória do público em todo o mundo. Jenet Leigh atuou apenas a primeira metade do filme.

A cena do chuveiro foi filmada em aproximadamente sete dias e envolveu 70 ângulos de câmeras para o 45 segundos de cena. Foram usados 70 diferentes ângulos com cortes rápidos para enfatizar a brutalidade do ato, no entanto, nunca é visto a faca penetrar a vítima. Esta cena que definiu um padrão e multiplicou-se em muitos filmes de suspense da época, evidentemente sem o mesmo apelo artístico.

O filme era Psicose (Psycho), que é e sempre será um dos mais influentes na história dos filmes de suspense. O diretor ninguém menos do que Alfred Hitchcock. O filme só custou $ 800.000 e arrecadou mais de US $ 40 milhões.

A emblemática obra-prima do realizador Alfred Hitchcock apresenta Anthony Perkins no papel do perturbado Norman Bates, cuja sinistra casa e motel adjacentes não são exatamente o lugar mais indicado para passar uma noite tranqüila. Que o diga Marion Crane (Janet Leigh), a desafortunada hóspede cuja viagem termina na célebre cena do chuveiro. Primeiro um detetive (Martin Balsam) e depois a própria irmã de Marion (Vera Miles) fazem tudo para a encontrar, num crescendo de terror e suspense que culmina no clímax aterrador em que o misterioso assassino é por fim revelado.

.


.
Outras propostas
Cartazes Antigos do cinema

assine o feed